Posts Tagged 'Oz: Mágico e Poderoso Crítica'

Oz: Mágico e Poderoso (Oz the Great and Powerful)

Oz: Mágico e Poderoso, de Sam Raimi,
traz um mundo visualmente hipnótico

Com uma bela introdução à la O Mágico de Oz, inicia-se Oz: Mágico e Poderoso (Oz the Great and Powerful, 2013), que estreia nesta sexta-feira em todo o país em versões 2D e 3D – esta, espetacular. Mas o que, realmente, inebria no novo filme do diretor Sam Raimi é o universo que seu protagonista encontra lá pelos quinze minutos de projeção.

Oscar (James Franco) é um ilusionista charlatão que ganha a vida enganando um modesto público num espetáculo circense fuleiro. Sonha, porém, em se tornar um grande mágico, capaz de realizar grandes feitos. No meio de uma tempestade, é transportado num balão para a Terra de Oz. Quando chega lá, descobre – junto com o espectador – um mundo hipnotizante, de cores fortes, criaturas exóticas e paisagens idílicas.

Encontra também uma bruxa que se diz cheia de boas intenções, a bela Theodora (Mila Kunis). Tão boas quanto as de sua irmã Evanora (Rachel Weisz), outra feiticeira, que lança uma missão ao jovem mágico: matar a bruxa má que assombra a Terra de Oz. Em troca disso, Oscar ocupará o trono do local e terá riquezas vitalícias. Nem tudo, entretanto, é o que parece nesse acordo: Glinda (Michelle Williams, a melhor do ótimo elenco), a tal criatura maléfica, não passa de uma guardiã do lugar; e Oscar, que ninguém ouse saber, não passa de um impostor egocêntrico e interesseiro.

Vivaz e deslumbrante, Oz é um filme para ver duas vezes. Na primeira, com os olhos: depois de levado pelo furacão, cada novo plano é uma descoberta ao protagonista e ao público – são câmeras que exploram sem medo a vasta localidade, efeitos especiais dos mais bem acabados e uma direção de arte de tirar o fôlego. Na segunda vez, com o coração: pelo caminho, Oscar vai levar consigo ajudantes cruciais no desenrolar da história, um macaquinho alado (que se torna sua consciência) e uma boneca de porcelana – duas preciosidades da computação gráfica e da concepção de personagens.

Adaptado de um dos livros da série escrita pelo americano L. Frank Baum, Oz: Mágico e Poderoso pode decepcionar quem procura por um leão covarde, um espantalho sem cérebro e um homem de lata enferrujado. E aqueles que esperam ser atingidos por melodias cativantes, então, ficarão frustrados.

O grande poder do filme se revela no mundo recriado por Raimi, e também na desconstrução de seu protagonista. O percurso é verdadeiramente notável. Tanto que Oscar, depois de por ele passar, aprende que melhor do que ser um mago poderoso é ser um homem bom – e que os frutos provindos desse estado de espírito são muito mais compensadores.

Angelo Capontes Jr.


Categorias

RSS Sintoniza

  • Infográfico com os personagens do diretor Luc Besson
    Há pouco tempo estreou nos cinemas Lucy, novo filme de Luc Benson, e para relembrar os personagens mais icônicos do diretor, confira o infográfico criado pelo designer Christian Tate. Meu favorito é Frank Martin. Qual o seu? Da uma olhada. Leia mais sobre a categoria Especiais.
  • Tiroteio em novo comercial de The Walking Dead
    Rick (Andrew Lincoln) e Daryl (Norman Reedus) abrem fogo contra os inimigos em novo comercial da quinta temporada de The Walking Dead. Não tem como ter certeza, mas provavelmente eles estão tentando matar seus captores. Da uma olhada. O retorno de The Walking Dead acontece no dia 12 outubro de 2014 nos EUA. Leia mais sobre The Walking […]
  • Trailer proibido para menores de A Entrevista
    Muitas novidades no segundo trailer (proibido para menores) de A Entrevista. Na trama um famoso apresentador de um programa de televisão e seu produtor são envolvidos nos planos para assassinar o presidente da Coreia do Norte. Da uma olhada. Direção e roteiro de Evan Goldberg e Seth Rogen. O elenco é formado por James Franco, Seth […]

RSS Veja Cinema

  • Mesmo se Nada der Certo
    Isabela Boscov fala sobre “Mesmo se Nada der Certo”, novo filme de John Carney (“Apenas uma Vez”). O produtor musical Dan (Mark Ruffalo), com dificuldades profissionais e pessoais, vê na ex-namorada de um rockstar (Adam Levine) uma possível cantora de sucesso (Keira Knightley). O romance começa.
    cajorge
  • Hércules
    Isabela Boscov fala sobre o filme ‘Hércules’, dirigido por Brett Ratner (X-Men: O Confronto Final). A trama é baseada na minissérie em quadrinhos ‘Hercules: The Thracian Wars’. Elenco: Dwayne Johnson, John Hurt, Ian McShane.
    cajorge
  • Magia ao Luar
    Isabela Boscov fala sobre o filme “Magia ao Luar”, do diretor Woody Allen. Emma Stone vive uma jovem que se diz médium e Colin Firth, um mágico contratado para desmascarar a possível charlatã. Inicialmente cético, Stanley (Firth) começa a se encantar pela moça.
    cajorge
Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.